By using this site, you agree to its use of cookies as provided in our policy.

Ponte de Santa Margarida do Sado
Posted by: Groundspeak Premium Member MightyReek
N 38° 06.781 W 008° 21.535
29S E 556199 N 4218548
Quick Description: Truss Bridge over Rio Sado in Portugal.
Location: Setúbal, Portugal
Date Posted: 7/18/2009 10:52:48 AM
Waymark Code: WM6TFB
Views: 16

Long Description:

Ponte de Santa Margarida do Sado

Santa Margarida do Sado's Bridge

Pontes de Treliça Truss Bridges

A treliça é uma solução estrutural simples. Na teoria de projecto, os membros individuais de uma treliça simples são sujeitos somente a forças de tracção e compressão e não a forças de flexão, Portanto, na maioria das vezes, as vigas de uma ponte treliçada são delgadas. As treliças são compostas de várias pequenas vigas que juntas podem suportar uma grande quantidade de peso e vencer grandes distâncias. Na maioria dos casos, o projecto, construção e colocação de uma ponte treliçada é relativamente simples.

A truss bridge is a bridge composed of connected elements (typically straight) which may be stressed from tension, compression, or sometimes both in response to dynamic loads. Truss bridges are one of the oldest types of modern bridges. The basic types of truss bridges shown in this article have simple designs which could be easily analyzed by nineteenth and early twentieth century engineers. A truss bridge is economical to construct owing to its efficient use of materials.

Como as pontes de viga, as treliças são simples e contínuas. O pequeno tamanho dos elementos individuais de uma treliça  tornam-na uma ponte ideal para lugares onde grandes partes e secções não podem ser transportados nem erguidas e onde grande guindastes e equipamentos pesados não podem ser usados. Porque a treliça é inteiramente um esqueleto estrutural, a estrada pode passar tanto por cima como por dentro da treliça permitindo um espaço livre em baixo da ponte, algo que não seria possível com outros tipos de pontes.

As treliças também são classificadas a partir do tipo básico de projecto. Os estilos de treliças mais comuns são a treliça tipo Warren, a tipo Howe e a tipo Pratt.

 

The truss may carry its roadbed on top, in the middle, or at the bottom of the truss. Bridges with the roadbed at the top or the bottom are the most common as this allows both the top and bottom to be stiffened, forming a box truss. When the roadbed is atop the truss it is called a deck truss, when the truss members are both above and below the roadbed, a through truss, and where the sides extend above the roadbed but are not connected, a pony truss or half-through truss.

Sometimes both the upper and lower chords support roadbeds, forming a double-decked truss. This can be used to separate rail from road traffic or to separate the two directions of automobile traffic and so avoiding the likelihood of head-on collisions.

 

 

 A treliça Warren é talvez a mais comum quando se necessita  de uma estrutura simples e contínua. Para pequenos vãos,  não há a necessidade de se usar elementos verticais para amarrar a estrutura, onde em vãos maiores, elementos verticais seriam necessários para dar maior resistência. As treliças do tipo Warren são usadas para vencer vãos entre 50 e 100 metros.

The Warren truss consists of diagonals that alternate between compression and tension (approaching the centre), with no vertical elements. Elements near the centre must support both tension and compression in response to live loads.

 

A treliça Pratt é facilmente identificada pelos seus elementos diagonais que, com excepção dos extremos, todos eles descem e apontam para o centro do vão. Excepto aqueles elementos diagonais do meio próximos ao meio, todos os outros elementos diagonais estão sujeitos somente à tracção, enquanto os elementos verticais suportam as forças de compressão. Isto contribui para que os elementos diagonais possam ser delgados, fazendo com que o projecto fique mais barato.

 

A Pratt truss includes vertical members and diagonals that slope down towards the centre, the opposite of the Howe truss. It can be subdivided, creating Y- and K-shaped patterns.



 

A treliça Howe é o oposto da treliça Pratt. Os elementos diagonais estão dispostos na direção contrária do centro da ponte e suportam a força de compressão. Isso faz com que os perfis metálicos necessitem ser um pouco maiores, tornando a ponte mais cara quando construída em aço. The relatively rare Howe truss, patented in 1840 by Massachusetts millwright William Howe, includes vertical members and diagonals that slope up towards the centre, the opposite of the Pratt truss. The vertical members are in pure tension.
 

Segurança acima de tudo !

Se isto ficou assim imaginem como ficariam as vossas pernas...

Não arrisquem a vossa segurança em momento algum.

Deixem o carro bem fora da estrada e tenham muita atenção ao trânsito.

Security first !

If this got like that, imagine how would your legs get...

Don't risk your safety at any moment.

Leave the car out of the road and pay very attention to the traffic.

 

Parking Coordinates:: N 38° 06.845 W 008° 21.637

Date Built: 01/01/1938

Length of Span:
2 x 60 meters


www: Not listed

Visit Instructions:
Log your find with a picture of the bridge with yourself or your GPS in the foreground. This shot does not have to be taken "on" the bridge. The shot should show the "truss" structure of the bridge as well.
Search for...
Geocaching.com Google Map
Google Maps
MapQuest
Bing Maps
Trails.com Maps
Nearest Waymarks
Nearest Truss Bridges
Nearest Geocaches
Nearest Benchmarks
Nearest Hotels
Create a scavenger hunt using this waymark as the center point
Recent Visits/Logs:
Date Logged Log User Rating  
Daniel C visited Ponte de Santa Margarida do Sado 4/12/2011 Daniel C visited it
TMPinho visited Ponte de Santa Margarida do Sado 7/19/2009 TMPinho visited it
bolacha visited Ponte de Santa Margarida do Sado 7/19/2009 bolacha visited it

View all visits/logs